ST investe no cinema para ajudar jovens em conflitos com as drogas e a justiça

Em Serra Talhada, a magia do cinema está sendo utilizada para iluminar o dia a dia de adolescentes em conflito com a Justiça e que estão enfrentando problemas com as drogas. A Prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, inaugurou, nessa terça-feira (22), o projeto Cine Cidadania. A primeira sessão reuniu dez jovens usuários do […]

23 de outubro de 2013 | 17:03

Em Serra Talhada, a magia do cinema está sendo utilizada para iluminar o dia a dia de adolescentes em conflito com a Justiça e que estão enfrentando problemas com as drogas. A Prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, inaugurou, nessa terça-feira (22), o projeto Cine Cidadania. A primeira sessão reuniu dez jovens usuários do Caud (Centro de Atendimento a Usuários de Drogas) no município.

A iniciativa segue até dezembro com o objetivo de promover a inserção dos jovens e adolescentes no mundo do audiovisual através de filmes críticos que expõem e discutem a problemática vivenciada pelos garotos atendidos no sistema de Assistência Social na Capital do Xaxado.

Na última sessão, foi exibido o documentário Cuida Bem de Mim, baseado na peça de teatro “Cuida Bem de Mim” de Luiz Marfuz e Filinto Coelho, e que recebeu o prêmio “Destaque do Ano”, no Troféu Bahia Aplaude, conferido aos melhores espetáculos do teatro baiano.

O vídeo toca nas principais problemáticas vivenciadas pelas escolas públicas, destacando as mudanças no comportamento dos adolescentes dentro da sala de aula após o uso de drogas. Depois da exibição, foi realizado um debate crítico acerca do tema, quando cada jovem expôs a sua visão e contribuiu para sedimentar uma rede de reflexão iniciada com o filme.

“Esperamos agregar valores e possibilitar o debate e a reflexão em torno de temas como cidadania, autoestima, disciplina, violência, drogas, responsabilidade, família e espiritualidade”, disse o secretário executivo de Desenvolvimento Social, Cícero Lopes.

Cine

A proposta do projeto Cine Cidadania é de concentrar esforços em dois equipamentos da proteção social serratalhadense, sendo o Núcleo de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto e o Caud. Para a psicopedagoga Sebastiana Nunes, uma das coordenadoras do Cine Cidadania, os filmes poderão ajudar na mudança de postura de garotos e garotas.

“Por isso, estamos investindo principalmente, nas películas que evidenciam os dilemas vividos por boa parte dos meninos e meninas atendidos pelo sistema de proteção social no município”, disse.

A próxima sessão do Cine Cidadania de Serra Talhada está marcada para acontecer no próximo dia 30 de outubro, no Núcleo de Medidas Socioeducativas, no centro da cidade, quando será exibido o filme norte-americano “Juno”, que trata sobre a problemática da gravidez na adolescência.