Prefeitura restaura e deixa ainda mais bela a “Concha Acústica”

  A Praça Agamenom Magçhães, ou simplesmente “Concha Acústica”, como é conhecida, é sem dúvida o espaço mais “charmoso” da cidade, além de ser também o espaço histórico mais importante do município. A Concha Acústica é o “Marco Zero” da cidade. Foi lá que foi instalada a sede da fazenda de criar gados de português […]

15 de outubro de 2013 | 18:09

 

A Praça Agamenom Magçhães, ou simplesmente “Concha Acústica”, como é conhecida, é sem dúvida o espaço mais “charmoso” da cidade, além de ser também o espaço histórico mais importante do município. A Concha Acústica é o “Marco Zero” da cidade. Foi lá que foi instalada a sede da fazenda de criar gados de português Agostinho Nunes de Magalhães por volta de 1.753 no século XVIII.

 

A Prefeitura de Serra Talhada resolveu investir e restaurar o espaço, dando-lhes novos ares. Foi feito todo um trabalho de arborização e jardinagem, recuperada a iluminação, pintura de piso e de prédios e substituídos todos os bancos de concreto por bancos de madeira, aumentando ainda mais o charme do local.

 

O espaço abriga o mais antigo patrimônio arquitetônico da cidade, a Igreja do Rosário, construída entre os anos de 1789/1790, pela filha do fundador da então fazenda da Serra Talhada, para abrigar a padroeira N.S da Penha. Alguns anos depois a padroeira mudou-se para outro templo, e a capela que foi construída por mão-de-obra escrava passou a receber a proteção de N.S. do Rosário dos Pretos, o que continua até hoje.

 

O nome “Concha Acústica” começou a ser usado nos anos 70, quando foi construído no espaço um anfiteatro em forma de concha, onde acontecem apresentações teatrais e musicais.

 

A “Concha Acústica” hoje abriga também a Casa do Artesão, instalada pela Fundação Casa da Cultura de Serra Talhada que vem 2008, realizando um trabalho de transformação de toda área em pólo cultural.

 

Existe no local, além da Casa do Artesão, atelier de artes plásticas, casa de recepções,sede da Filarmônica Vilabelense,  bares e restaurantes, tornando cada vez mais atrativo e agora, com nova roupagem, inclusive com painéis em mosaicos, doados pelo artista plástico Paulo Rodrigues (PAROSI), atrai cada vez mais visitantes e turistas.

 

A freqüência de famílias e turistas tirando fotos no local aumenta cada vez mais e tornou-se corriqueiro para os moradores da área que se empenham em manter o ambiente atrativo.

 

A Secretaria de Serviços Urbanos do município mantém servidores que cuidam da limpeza e conservação permanente do local.

Concha 1.1Resgata-se assim um patrimônio ao mesmo tempo em que a cidade recupera parte da sua história e um dos seus principais “cartão postal”, que se consolida cada vez mais como o seu mais importante ponto turístico.