Estudantes participam de caminhada em defesa do Rio Pajeú

Atividade foi realizada em comemoração pelo Dia Mundial da Água

22 de março de 2017 | 23:37

Alunos de escolas públicas e privadas de Serra Talhada participaram na manhã desta quarta-feira (22), de um Ato Público em Defesa do Rio Pajeú em comemoração pelo  Dia Mundial da Água. A atividade foi promovida pelo Centro de Educação Comunitária Rural- Cecor, com apoio da Prefeitura Municipal, através das secretarias de Agricultura, Meio Ambiente e Educação, além de outros parceiros locais.

A ação, que teve o objetivo de alertar à sociedade para a importância da preservação do Rio Pajeú, começou com uma caminhada pelas ruas da cidade até a Pedra do Curtume, no Bairro Várzea, e terminou com o plantio e distribuição de plantas nativas da Caatinga doadas pela Secretaria Municipal de Agricultura.

Presente no evento, o prefeito Luciano Duque falou do programa de abastecimento rural implementado pelo município.  “Água tem sido uma das prioridades de nosso governo. Através do Programa Mais Água estamos construindo açudes, poços artesianos e sistemas de abastecimento, levando soluções para a crise hídrica da zona rural”. Ele destacou ainda a importância da participação dos estudantes na atividade. “A conscientização dos jovens é muito importante, pois eles levam o conhecimento para as famílias despertando para a necessidade da boa utilização da água”, afirmou.

Ronaldo Melo Filho, secretário de Meio Ambiente, lembrou as medidas que a Prefeitura vem tomando para preservar o rio. “O Pajeú é o nosso grande patrimônio e precisamos cuidar para diminuir os impactos que ele vem sofrendo. Já retiramos cerca de 70% da algaroba que havia no leito, vamos iniciar o processo de revitalização das margens em parceria com a universidade e outros órgãos públicos, e estamos discutindo também possíveis soluções para o desassoreamento”, afirmou.

“Essa ação é muito importante para aproximar os estudantes das pautas que ajudam a melhorar a cidade, despertando a consciência da necessidade de preservar o meio ambiente e utilizar a água sem desperdício e com racionalização. Por isso envolvemos as escolas e levamos os alunos para participar da atividade”, explica o secretário de Educação, Edmar Júnior.

Para o coordenador do Cecor, Expedito Brito, o evento superou as expectativas. “Ficamos felizes com a participação das escolas; envolver os estudantes é fundamental nesse processo de conscientização da sociedade para a urgência da preservação do rio e outros mananciais”, afirmou.