SMS intensifica ainda mais a sua luta no combate a Dengue

 Dando continuidade as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, o Núcleo de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Serra Talhada (SMS), vem intensificando seus contatos com parceiros a fim de retirar o município da lista dos 69 em Pernambuco sujeitos a surto da doença. Nesta quinta-feira (21), o […]

21 de novembro de 2013 | 18:42

 DengueDando continuidade as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, o Núcleo de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Serra Talhada (SMS), vem intensificando seus contatos com parceiros a fim de retirar o município da lista dos 69 em Pernambuco sujeitos a surto da doença.

Nesta quinta-feira (21), o coordenador  do Núcleo, Aron Araújo, se reuniu na Secretaria de Educação (SEST) com gestores escolares e coordenadores. Na pauta de Aron, o chamamento para um maior envolvimento da comunidade escolar na luta contra o mosquito.

“Não é difícil combater o mosquito da Dengue, é uma questão de conscientização da população. Temos que combater evitando a “ovoposição”, é bem mais fácil prevenir do que sair correndo atrás de mosquitos voando”, alertou o coordenador.

Segundo ele, vem sendo formada uma “força-tarefa” focada na cosncientização da população, para que o município saia do estado de alerta.

Já estão atuando em conjunto com a Secretaria de Saúde de Serra Talhada, a Compesa, que forneceu cronograma detalhado do abastecimento de toda cidade, “já estamos atuando obedecendo o cronograma que recebemos”, informou Araújo e acrescentou que a Secretaria de Serviços Públicos já vem efetuando retirada de lixões em todos os bairros da periferia. “Fizemos um mapeamento de todos os lixões e a secretaria está fazendo uma verdadeira operação de guerra para erradicar todos eles, só nesta ação já conseguimos resultados excelentes”, declarou Aron Araújo.

Garante o coordenador do Núcleo de Vigilância em Saúde do Município que Serra Talhada possui uma boa estrutura para o combate ao mosquito da Dengue, “e é isto que estamos tentando fazer, nos antecipar e para isso é preciso que se envolva a população, pois mais de 90% dos focos estão nas residências, é preciso fazer a população saber disso. O poder público é muito cobrado, mas é necessário que a população faça sua parte”, lembrou ele.

Mais de 900 armadilhas foram armadas pela SMS em todos os bairros da capital do xaxado, e conforme informações mais de 12 mil larvas são retiradas dos mesmos semanalmente. Para o secretário de Saúde de Serra Talhada, Dr. Luiz Aureliano, essa é uma “guerra sem fim, não daremos trégua, estaremos sempre com nossas equipes em campo, não podemos permitir um surto de dengue no município”, declara Aureliano.