Segurança alimentar

A 1ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar abordará a temática do combate à fome.

4 de julho de 2015 | 21:45

5ª conferencia segurança alimentar e nutricionalA Prefeitura Municipal de Serra Talhada, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Igualdade Racial, realizará no próximo dia 10 de julho mais um fórum deliberativo para reunir toda a sociedade e discutir a alimentação enquanto Direito Humano.

Trata-se da 1ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar, uma ocasião inédita que abordará a temática do combate à fome sob o tema “Comida de verdade no campo e na cidade: por direitos e soberania alimentar”. A Conferência acontecerá no Centro Tecnológico do Pajeú (CTP), na sexta-feira (10), a partir das 8h.

A etapa municipal, assim como em todas as demais conferências que o município realiza com a participação de importantes setores da sociedade, é mais uma oportunidade de discutir assuntos de relevância social, neste caso, a questão da segurança alimentar no presente, com sustentabilidade econômica e ambiental para garantia do direito à alimentação para as gerações futuras.

De Serra Talhada, uma importante contribuição deverá ser concedida, isso porque o Sertão do Pajeú é uma região produtora de alimentos e Serra Talhada é o município pólo da microrregião de desenvolvimento em questão. Para as etapas estadual e nacional da Conferência de Segurança Alimentar e Nutricional, previstas para acontecerem ainda este ano, Pernambuco já estabeleceu datas e realizará a etapa estadual entre 04 e 06 de agosto, já o Governo Federal realizará a etapa nacional entre 03 e 06 de novembro, em Brasília.

A CONFERÊNCIA NACIONAL – A 5ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, cujo lema é “Comida de verdade no campo e na cidade: por direitos e soberania alimentar”, é um evento estratégico entre ações e iniciativas para se atingir as metas de erradicação da extrema pobreza no país. Será realizada em Brasília, entre 03 e 06 de Novembro.

Cerca de 2 mil convidados participam do evento. Todos os estados estarão representados, respeitando-se a diversidade e a pluralidade do país. Dois terços da delegação, formada pela sociedade civil, terá entre seus integrantes representantes indígenas, quilombolas, população negra, povos de terreiro, além de outros povos e comunidades tradicionais e a população em geral.

A 5ª Conferência Nacional terá presença de governadores, ministros de Estado, parlamentares e observadores. Também será prestigiada por convidados nacionais e internacionais. Trata-se de um evento de inegável importância na agenda nacional, com visibilidade política e repercussão nos meios de comunicação.