PMST mobiliza cerca de 4 mil estudantes contra o abuso e violência Sexual

Cerca de quatro mil estudantes de 15 escolas públicas de Serra Talhada participaram da Semana de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes na Capital do Xaxado. A iniciativa, promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Social, chegou ao fim nesta sexta-feira (17), com uma passeata em protesto contra os casos verificados ao longo […]

18 de maio de 2013 | 19:01

PASSEATA 1Cerca de quatro mil estudantes de 15 escolas públicas de Serra Talhada participaram da Semana de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes na Capital do Xaxado. A iniciativa, promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Social, chegou ao fim nesta sexta-feira (17), com uma passeata em protesto contra os casos verificados ao longo dos anos na cidade. A mobilização reuniu cerca de 600 pessoas, entre crianças, adolescentes e entidades civis que atuam na rede de proteção a meninos e meninas no município. Convalescendo após cirurgia realizada em Recife, no último final de semana, o prefeito Luciano Duque não pode comparecer ao ato.

“Nós realizamos esta passeata não com perfil comemorativo, mas como alerta. O governo está atento à luta para evitar, através de ações de prevenção e fortalecimento da rede protetiva, que mais casos ocorram”, comentou o secretário de Desenvolvimento Social de Serra Talhada, Josenildo Barbosa. Com faixas, apitos e carro de som, os estudantes fecharam as principais ruas e avenidas da Capital do Xaxado alertando para a necessidade do engajamento da população no fortalecimento da rede de proteção as crianças e adolescentes. Todas alertavam, principalmente, para a necessidade de denunciar casos de violência através do Disque 100.

Ao final, o evento contou com apresentação de grupos de dança e palavras de agradecimento dos especialistas da Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA) do estado, Claudeny Spenelly e Edvaldo Rosa. Durante toda a semana, eles visitaram instituições escolares esclarecendo dúvidas sobre casos de violência sexual e pedofilia. Os especialistas alertaram que 70% dos casos de abuso contra crianças e adolescente acontecem no ambiente intra-familiar. “Então, fazemos um aviso aos pais, para que cuidem e não vacilem na segurança dos seus filhos”, comentou Claudeny Spenelly.

Outro ponto alto da Semana de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes de Serra Talhada foi a realização do 1º Seminário Municipal de Enfrentamento à Violência contra meninos e meninas. A ação aconteceu na noite dessa quinta-feira (16) e reuniu cerca de 300 pessoas na Faculdade de Formação de Professores (Fafopst). Compareceram à passeata nesta sexta-feira a vice-prefeita Tatiana Duarte (PSC), representantes do Conselho Tutelar de Serra Talhada, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Militar e Crass (Centro de Referência de Assistência Social) e Creas de Assistência Social  (Centro de Referência Especializado).