Obra de Vinícius de Moraes inspira estudantes na zona rural de ST

Por dedicar parte do seu arsenal literário e musical a paraísos naturais ou a mulheres que sequer arriscariam imaginar como é sobreviver na seca nordestina, o poeta Vinícius de Moraes, que completaria 100 anos este mês, talvez não imaginasse que sua poética fosse cultivar, no castigado solo do Sertão pernambucano, sonhos de crianças e adolescentes. […]

24 de outubro de 2013 | 15:31

Por dedicar parte do seu arsenal literário e musical a paraísos naturais ou a mulheres que sequer arriscariam imaginar como é sobreviver na seca nordestina, o poeta Vinícius de Moraes, que completaria 100 anos este mês, talvez não imaginasse que sua poética fosse cultivar, no castigado solo do Sertão pernambucano, sonhos de crianças e adolescentes. Em Serra Talhada, no distrito de Luanda, na zona rural, a obra do “poetinha” banhou, como chuva, a mente de dezenas de meninos e meninas da escola municipal Fausto Pereira.

Através do projeto “O canto e encanto de Vinícius”, professores conseguiram, no último dia 11, apresentar, através de um sarau literário, um pouco do universo poético e da história do multi-artista carioca, que também foi compositor, escritor, cantor, dramaturgo e diplomata. De acordo com a professora de língua portuguesa, Cícera Guerra, a busca por uma metodologia diferenciada provocou a ideia do sarau.

 “Quisemos despertar, através da obra de Vinícius, o gosto pela leitura, poesia e música popular brasileira nos alunos, oportunizando conhecer o mundo mágico da literatura brasileira”, disse. O secretário Municipal de Educação, Edmar Júnior, comenta que a escola Fausto Pereira está nos planos do governo para se integrar ao sistema de ensino em tempo integral, se tornando o primeiro educandário da zona rural neste modelo.

“E com iniciativas como essas, já estamos preparando os estudantes com uma carga horária de aulas diferenciadas, para prender a atenção e provocar a imaginação e o senso de pesquisa da garotada”, comentou. 

“O canto e encanto de Vinícius” em Serra Talhada contou com a apresentação da biografia do “poetinha” pelos alunos, recital dos principais poemas de Vinícius, coreografia da música Aquarela, paródias inspiradas em canções do compositor, interpretação de sonetos do autor e, finalizando, apresentação de coral cantando a música Garota de Ipanema.Projeto Vinícius

Para a diretora da escola Fausto Pereira, Maria do Socorro dos Santos, o centro educacional nunca havia vivido um momento tão mágico. “Foi um dia espetacular que, com certeza, vai ficar para sempre na memória de todos os participantes”, disse, com satisfação.