Casa da Cultura faz evento hístórico na “Concha”

Fantástico! Esse seria o termo adequado para classificar a última Feira de Artesanato realizada pela Fundação Casa da Cultura de Serra Talhada na noite deste domingo (21). A Praça Agamenom Magalhães (Concha Acústica, como é conhecida), literalmente ficou pequena para abrigar o público e o mix de atrações oferecidos pela Fundação.  Em parceria com a […]

23 de julho de 2013 | 17:25

FeiraFantástico! Esse seria o termo adequado para classificar a última Feira de Artesanato realizada pela Fundação Casa da Cultura de Serra Talhada na noite deste domingo (21). A Praça Agamenom Magalhães (Concha Acústica, como é conhecida), literalmente ficou pequena para abrigar o público e o mix de atrações oferecidos pela Fundação.

 Em parceria com a UFRPE/UAST, a Casa da Cultura levou para praça o Museu de Oceonografia que despertou o interesse de adultos e crianças, além de diversos jogos para alegria da garotada. Junto com isso barracas de artesanatos ofereciam ao público uma diversidade de peças que mostrou o potencial artístico do município, ao mesmo tempo que no palco da Concha Acústica, em um telão, era exibido o filme a Origem dos Guardiões, atraindo espectadores de todas as idades. No mesmo ambiente, nas dependências da Casa do Artesão acontecia a exposição fotográfica: Olhar Brasileiro, fruto do projeto do serratalhadense Álvaro Severo que integra imagens do sertão pernambucano e das florestas de Roraima.

 O que não faltou foi diversão para criançada que além de todo aparato colocado a sua disposição pela Casa da Cultura e pela UAST, contou também com parque de diversão infantil enquanto os pais puderam tranquilamente fazer uso dos espaços dos bares para curtir o som pajeuzeiro de Henrique Brandão e a banda Xaxado e Poesia, a mais nova revelação local que trouxe poesia e muita música regional para o ambiente. Para fechar a noite com “chave de ouro”, o caboclo sonhador, Maciel Melo deu um show que com certeza vai deixar saudades nas milhares de pessoas que participaram do evento.

 “Superou todas as nossas expectativas”, comentou Tarcisio Rodrigues, presidente da Casa da Cultura, sentimento que é repartido pela professora Cyntia, Vice-diretora da Uast e pela coordenadora do museu de oceonografia a professora Jaqueline Silva.

 A Feira de Artesanato acontece desde 2008 sempre  no terceiro sábado de cada mês, tendo aberto uma exceção neste domingo.